quinta-feira, 2 de abril de 2009


Caminhos andados

Era tarde, estava frio
Já não se ouvia mais nenhum barulho
Tudo era vazio e lento ao redor de mim
Monótono, parado

Nem as palavras e letras mudam e nem se quer me ajudam
Parece nunca mudar

A pintura na tela me fiz desejar ali habitar
O sentimento de fuga, tanto quanto desesperador me levou para longe
Mais longe que eu pude chegar

Parece tão poucos aos seus olhos
Mais muito para mim
Se apresenta como tão inútil
Mas tem o seu valor dentro de mim

Ninguém entende, ninguém vê
Nem eu posso e nem você
Esquecer? Deixar para trás? Parar no tempo?
Nada disso poderia alterar

Caminhos são assim, precisam ser trilhados
Não escolhi as pessoas que andaram do meu lado
Nem os caminhos andadosPois de qualquer forma, era preciso passar ali

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por compartilhar aqui! =D
#feliz