sexta-feira, 26 de junho de 2009

Confronto a rotina como um guerreiro incansável
Um cavaleiro de Tróia armado contra Esparta mato a rotina com a espada da criatividade.
Grito e discordo: Cretina monotonia saia de minha vida pois só incomodas aqueles que de maneira passiva não se importam com seus laços!
Não lhe dou espaços e nem mesmo me acharás quando velho e cansado estiver na minha cadeira de balanço embalado. Ainda escutarei músicas e trocarei os meus discos, pois canções repetidas não sairão dos meus lábios, roupas usadas sairão do meu armário e amarei novas coisas a cada vez que a vida me der a chance de fazer uma nova escolha.

domingo, 21 de junho de 2009

Eu de mim mesmo

Eu. Achado de mim mesmo e perdido do meu próprio eu
Me vasculho, investigo e procuro.
Continuo processo de ser simplesmente eu.

terça-feira, 16 de junho de 2009


"Parecidos, empolgantes conversas e um bom filme.
Sua mão junto a minha,
Tua paz, minha alegria.
Juntos o desejo de encontrar um alguém para essa vida".

domingo, 7 de junho de 2009


Sonhamos como crianças, temos impulsos de adolescentes imaturos e planos de gente adulta.
Vivemos longe mas sentimos como que pertos, ligados quase que eternos.
Conversamos, rimos e brigamos. Dois bobos, antes estranhos hoje amantes.
Olhares e desejos vibrantes fazem parte do nosso jogo.


terça-feira, 2 de junho de 2009

Se for preciso pare

Às vezes é preciso parar
Olhar o caminho andado,
Mude o ritmo dos passos. Mais lentos, mais rápidos...

Seja curioso
Corajoso o suficiente para andar nos trilhos do trem
sem fugir para os lados sem ter medo de outro alguém
Caminhos de balas perdidas e perigos em cada esquina
Mas mesmo assim se for preciso pare
Mude o ritmo dos passos. Mais lentos, mais rápidos...

A perigo por toda a parte
A rua é escura, faz frio e já é tarde
Não se tem ninguém à vista
Os cães latem nos portões e há barulhos nos telhados
Mas mesmo assim se for preciso pare
Mude o ritmo dos passos. Mais lentos, mais rápidos...

Cruze pelo gato preto e pare de superstições
Encare essa caminhada de fato
Deixe suas preocupações
Todo tempo é pressionado contra a parede
Com dez dedos na garganta que te sufocam e te deixam ao meio
Mas mesmo assim se for preciso pare
Mude o ritmo dos passos. Mais lentos, mais rápidos...

Ninguém te disse que seria fácil
Não seja cego para não cair nos buracos
Respire fundo e fique calmo

Mude o ritmo dos passos. Mais lentos, mais rápidos...