quinta-feira, 3 de setembro de 2009

No balanceio do seu balanço ela balançava sem parar

Seus pés iam alto, parecia voar

O vento forte em seu rosto lhe fazia flutuar

Ia longe, ia rápido, para frente e para trás

O frio na barriga, o sorriso da criança que brincava lá no ar

Os seus cabelos que se moviam, no balanço da menina que balançava sem parar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por compartilhar aqui! =D
#feliz