terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Quero eu ver a tristeza partir, me despego de suas coisas e a observo ir
Viro as costas e nada vejo, o vazio e o medo já não moram mais aqui
Abro a porta venha logo, venha a sorte, vem a vida antes não vivida morar em mim
Escancarei minha janela para a felicidade vir


Para que Fiquem...
...dias de vida, felicidade e sorte em 2010!
lanCei
palavrinhAs

sEm

seNtido

alGum

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

"Palma da mão e grãos de areia,
tão forte aperto os dedos,
tão leve solto a cair no chão".

"Sou tão eu, sou um deserto,
calor me imerge alucinação".

"Falta ar e forte sede,
vem teu mar a me molhar.
Vem tão logo, vem depressa,
sou areia do seu mar".

domingo, 20 de dezembro de 2009

Queria falar, escrever ou soltar alguma palavra.
Por isso tão só me calei a boca, amarrei-me as mãos e tranquei os vocábulos.

Não é válido atribuir tempo ao que não se merece.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Firme pé na realidade.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009


Estou assim

E tão breve voltei a sorrir
Voltei a sentir o descanso encarnado em mim
Milhares de horas dormidas embriagado na mais pura preguiça
Dias sem horas e horas sem compromissos

Estou assim, tão breve voltei a sorrir