segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Desejo de uma Noite

Alma agoniada de saudade
Vontade insaciada que me escapa o sono
Ao forte desejo de uma noite
Sem poder dormir grudado em teus braços

De um lado para o outro
Em meu colchão de solteiro
Ansiando e lembrando do gosto gostoso de teu gosto
Abraçado ao meu amassado travesseiro

Perco o sono, madrugada me custa a passar
Se ainda mandasse em meus sonhos
Só uma imagem me faria pensar

A noite que durmo grudado no aconchego de teu corpo
Na ansiedade do beijo que amanhã irei lhe dar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por compartilhar aqui! =D
#feliz