sábado, 6 de março de 2010

Paraíso sem Pudor

E nada mais ele temia, nada mais lhe era pesadelos durante longos dias.
Hoje lhe é dado o gozo de viver amor, a oportunidade única, o ato de caminhar tranquilo, deixando para trás suas feridas, marca profunda de antiga dor. Para ele é como se nunca existisse, para ele é folha branca, tinta fresca e milhares de linhas a serem escritas, por onde lhe é permitido o tempo de ser autor, escrevendo um livro onde a estória se passa em terra firme, caminhos longínquos e lindas flores.
Hoje ele abraçou com força e sorrisos a vivência de ser ele mesmo no paraíso sem pudor.


"Não é vergonhoso ao homem sucumbir à dor, mas sim sucumbir ao prazer". (Blaise Pascal)

"O pudor envergonhado é companheiro do medo". (Grynaeus)

"Eu não me envergonho de corrigir meus erros e mudar minhas opiniões porque não me envergonho de racionar e aprender". (Alexandre Herculano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por compartilhar aqui! =D
#feliz