domingo, 8 de abril de 2012

Sou Carne

Sou costurado por linhas de fios de cabelo,
tecidos de pele e preenchido por um forro de carne. 
Sou criado pelo o que vivo e remendado com choro para cada queda que sofro.

Revivo toda vez que brinco em tempo real.
À primeira vista pareço só mais um brinquedo, 
logo te assusto quando respiro, 
quando a minha boca abre e grita.

Não sou pano. Sou carne.